Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça. Ou quase isso...

Parafraseando Glauber Rocha:"Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça". Ou quase isso.../Desde Fevereiro de 2015.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

34º FESTIVALE SERÁ EM FELÍCIO DOS SANTOS COM SHOWS, FEIRA DE ARTESANATO, NOITE LITERÁRIA, TEATRO, CORAIS E GRUPOS DE CULTURA ENTRE 23 E 29 DE JULHO


CRIADA A ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DO MUNICÍPIO DE CHAPADA DO NORTE MG NO VALE DO JEQUITINHONHA

     Foi realizado na noite de 19 de Julho de 2017 no salão do Sindicato dos Trabalhadores Rurais um encontro entre comerciantes e empresários do município de Chapada do Norte MG no Vale do Jequitinhonha com intuito de criar uma associação comercial/empresarial.
     O senhor Juliano representante do Sebrae MG palestrou para os presentes e através de vídeos e slides enalteceu a importância de uma associação, as vantagens para o grupo e também os obstáculos a serem superados. Ainda discursou sobre os desafios do empreendedorismo, princípios, necessidades de capacitações e reforçou que ter metas, foco e união é fundamental, além de calcular possíveis perdas no caminho.
     Dailson Lourenço Torres relatou que esse sonho da associação vem sendo construído há algum tempo e que após algumas tentativas ele se fortaleceu e tornou-se realidade.
    Os presentes expuseram a vontade de tornar o comércio local mais atrativo e financeiramente mais viável ao consumidor. Também relataram dificuldades comuns que enfrentam durante o ano e que na maioria das vezes elas se repetem por serem cobradas de forma isolada. E que através da associação ficarão mais fortalecidos. Os empreendedores chapadenses também reconheceram que são um grupo desorganizado e que pretendem mudar essa situação para que o comércio do município seja profissional.
    Após a palestra do senhor Juliano do Sebrae MG-Capelinha deu-se início a votação aberta da primeira diretoria da Associação dos Comerciantes e Empresários de Chapada do Norte que resultou na seguinte composição:
Presidente: Olaia Aparecida Costa Pires
1º Vice Presidente: Rafael da Costa Pires
2º Vice Presidente: César da Costa Pires
1º Tesoureiro: Dailson Lourenço Torres
2º Tesoureiro: Euclides Rocha Praxedes
1º Secretário: Anísio dos Reis Lemos Soares
2º Secretário: Harlerson Harly Ferreira
Conselho Fiscal= Titulares: Maurício Santana de Matos, Nilton Aparecido Barbosa Machado e João Geraldo de Matos.
Suplentes: João Gevalde Lourenço Fernandes, Marcelo José Maria Almeida Soares e João Antônio de Matos.
     Após a formação da primeira diretoria o secretário Anísio dos Reis Lemos Soares leu a ata de fundação e os membros da diretoria já convocaram uma reunião para início dos trabalhos.
     Os membros da diretoria após a formação relataram que pretendem agora atrair associados e oferecer programas como planos de saúde, assistência dentária entre outros e principalmente fazer que os comerciantes e empresários do município visualizem que o investimento trará melhorias e crescimento ao setor.









Fotos: Maurício Costa

sábado, 15 de julho de 2017

PALESTRA COM REPRESENTANTES DO SEBRAE PARA COMERCIANTES E EMPRESÁRIOS DE CHAPADA DO NORTE MG DISCUTIRÁ CRIAÇÃO DE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL

     Os comerciantes e empresários do município de Chapada do Norte MG estão convidados para participarem de uma palestra com representantes do Sebrae MG na próxima Quarta Feira dia 19 de Julho ás 19 horas (7 da noite) no Salão do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.
    O objetivo é a criação da Associação Comercial e Empresarial de Chapada do Norte MG.

   Participe! Sua participação será fundamental para esse passo á frente do setor comercial/empresarial de Chapada do Norte MG.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

ESCOLA MUNICIPAL NÍVEA DE OLIVEIRA EM CHAPADA DO NORTE MG CONQUISTA PRIMEIRO REPASSE DE VERBAS DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO-PDDE-MEC

     A Escola Municipal Nívea de Oliveira em Chapada do Norte MG começou a ganhar sua independência financeira.
      A escola foi inserida no Programa Mais Educação e teve seu primeiro repasse feito no corrente mês. A verba é do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola). A escola constituiu seu Conselho (diretoria e conselho fiscal) e realizou todos os trâmites legais e após isso foi contemplada com o valor de R$3,600,05 (Três mil e seiscentos reais e cinco centavos) para custeio e capital. A receita supracitada será destinada para a compra de material didático e material de uso permanente. O valor será administrado pela diretoria da Caixa Escolar que possui em sua composição: Elem dos Santos Neiva-Presidente, Cremilda Lourenço-Vice Presidente, Édna Aparecida de Matos-Tesoureira e Nilsa Carvalho-Secretaria
   A diretoria da Caixa Escolar reuniu-se com os professores, direção, supervisão, secretaria e equipes de apoio em 11 de Julho e juntos discutiram quais as principais necessidades e assim decidir como o recurso será destinado.
    O resultado da conquista comemorada pelos funcionários da escola é resultado do trabalho desenvolvido no triênio da diretora Jânia Maria de Miranda e teve fundamental importância das professoras Elem Neiva e Édna Matos, do ex vice diretor Marcelo Lourenço, os exs secretários municipais de educação Adailton de Jesus Rodrigues e Dailson Lourenço Torres, do ex secretario de contabilidade Elzito Soares Carvalho e do ex-prefeito Ronaldo Lourenço Santana.

    A Caixa Escolar recebeu o nome de Leni de Matos Pêgo em homenagem a saudosa ex-professora da escola.
Fotos: Maurício Costa

domingo, 9 de julho de 2017

CÂMARA MUNICIPAL ALTERA HORÁRIO DAS REUNIÕES ORDINÁRIAS DE 18 HORAS PARA 09H:30MIN DA MANHÃ EM CHAPADA DO NORTE MG NO VALE DO JEQUITINHONHA

A Câmara Municipal de Chapada do Norte MG em sua sétima reunião ordinária realizada em Julho de 2017 alterou o horário das reuniões mensais de 18 horas para 09h30min da manhã, sob alegação que os vereadores que residem fora da sede encontram dificuldades para retornarem para suas residências a noite, principalmente em períodos chuvosos; alegaram também que o horário da manhã é favorável ao público da zona rural que neste período está na cidade e assim teriam mais oportunidades para participarem das reuniões. Outra alegação usada foi que as reuniões ordinárias recebem mensalmente um público muito pequeno e que a reunião ordinária que recebeu maior número de público foi a ocorrida no mês passado onde manifestantes protestaram contra aumento salarial de 30% para o prefeito, vice e secretários. E finalmente que as reuniões passaram á serem realizadas às 18 horas por adesão popular, que não se confirmou ao longo dos últimos meses. 

    Em meados de 2014 os então vereadores Bocais e Adriane Coelho e os servidores públicos Gilvânio Figueiredo, Reinam Figueiredo, Vânia Fernandes, Fabiane Vissoto e Maurício Costa reuniram-se após ouvirem de pessoas da sociedade civil o desejo que as reuniões dos vereadores acontecessem fora do horário comercial para que pudessem ter a possibilidade de participarem. E neste encontro elaboraram um documento que seria lido na próxima reunião da câmara. E assim ocorreu em uma das reuniões ordinárias Fabiane Vissotto e Reinam Figueiredo usaram a palavra franca na Câmara Municipal para transmitirem o desejo popular que posteriormente foi atendido e revogado por unanimidade na última reunião ordinária.

Foto de reunião extraordinária realizada em Junho (Maurício Costa)


sexta-feira, 7 de julho de 2017